Doação de sangue: 10 dicas para relaxar
 
doação de sangue

Doação de sangue: 10 dicas para relaxar

A doação de sangue deixa algumas pessoas aflitas. É só lembrar da frase "é só uma picadinha..." e pronto. O medo de agulhas e injeções é real, tem nome próprio (aicmofobia) e até uma escala internacional para medir sua intensidade.1 Mas doar sangue é um ato seguro, rápido e praticamente indolor, já que a perícia dos profissionais responsáveis pela coleta nos hemocentros é tamanha que a tal "picadinha" nem é sentida.

Ainda assim, se o ato em si não traz para você a melhor das sensações, saiba que é possível driblar o medo tomando algumas atitudes:

  1. Não se estresse demais. Afinal, a coleta é muito rápida: do momento em que você se acomoda na cadeira para fazer a doação até a finalização, passam-se cerca de 15 minutos.
  2. Durante esse tempo, procure se distrair. Vale ouvir música ou assistir a um vídeo no celular, já que é permitido usar esse dispositivo na coleta.
  3. Faça a doação logo cedo, para não ficar pensando no assunto o dia todo. Mas lembre-se de que você precisa estar bem alimentado e ter dormido pelo menos seis horas.2
  4. Beba muita água na véspera e no dia da doação. Isso ajuda a aumentar seu fluxo sanguíneo e facilita a coleta.
  5. Experimente meditar antes ou durante o processo. O jeito mais fácil é respirar profundamente, prestando atenção no caminho do ar entrando e saindo do seu corpo.
  6. Assista televisão. Há sempre um aparelho ligado na sala de doação. Isso evita que você olhe para a agulha, o garrote ou qualquer outro acessório que possa causar aflição.
  7. Converse com o enfermeiro ou técnico de enfermagem responsável pela coleta. Eles estão acostumados a distrair os doadores.
  8. Pense numa recompensa após a doação: um docinho especial ou um passeio tranquilo. Afinal, você está de folga: quem doa sangue tem direito a um atestado médico para não trabalhar no dia da coleta, de acordo com o inciso IV do artigo 473 da CLT.
  9. Escreva uma mensagem motivadora nas suas redes sociais sobre doação de sangue para incentivar seus amigos.
  10. Caso não consiga deixar de pensar no que está acontecendo, mantenha o foco nos resultados: até três pessoas podem ser beneficiadas ao receberem seu sangue.

O processo todo, contando com os poucos minutos em é realizada a doação propriamente dita, costuma levar cerca de uma hora. O que não é motivo para comemorar: isso acontece porque quase não há filas para doação, o que explica a carência nos estoques dos bancos de sangue no Brasil – apenas 1,8% dos brasileiros são doadores3.

Por isso, não espere mais. Se você pode doar, organize sua agenda e escolha um dia para doar sangue. Pode ser até que um intenso sentimento de gratidão seja a recompensa pelo seu gesto. Afinal, sua boa saúde terá permitido a doação que, com certeza, fará a diferença na vida de outras pessoas.

Mas se você não puder doar sangue, não tem problema: você pode contribuir para a causa de outras formas. Clique aqui e saiba mais!

Referências

1. Revista Brasileira de Hematologia e Hemoterapia http://www.rbhh.org/pt/blood-injection-fear-scale-portuguese-version/articulo/S1516848417300750/

2. Fundação Pró-Sangue http://www.prosangue.sp.gov.br/artigos/requisitos_basicos_para_doacao.html

3. Ministério da Saúde http://www.brasil.gov.br/saude/2017/06/apenas-1-8-dos-brasileiros-sao-doadores-de-sangue