Como controlar o diabetes para uma vida mais saudável
 
Como controlar o diabetes para uma vida mais saudável

Como controlar o diabetes para uma vida mais saudável

Por Adriana Marmo
Novas tecnologias trazem mais conforto e precisão à medição de glicemia

Há boas notícias para quem quer controlar melhor o diabetes. Novas tecnologias ajudam a medir, com precisão, o que ocorre dentro do organismo e acompanhar cuidadosamente as variações detectadas na medição da glicose. O resultado desse monitoramento é fundamental1 para optar por atividades físicas mais adequadas2, e definir a intensidade com que devem ser praticadas.

É possível também entender como o corpo reage à ingestão de certos alimentos, fazendo melhores escolhas na hora de montar o prato. E mais: a eficácia dos remédios e do tratamento é verificada por meio da medição. Com esses dados em mãos, a pessoa fica muito mais atenta aos fatores que podem causar hipoglicemia (glicemia baixa) ou hiperglicemia (glicemia elevada) e, assim, evitá-las.

Há pouco tempo, a maneira mais comum de monitorar a glicose era com um  glicosímetro. Por meio de uma fita reagente, ele mede a glicose contida no sangue extraído de pequenas picadas na ponta dos dedos. A questão é que muitas pessoas com diabetes acabavam desestimuladas a fazer um controle preciso e constante, pelo incômodo desses furinhos nos dedos.

O FreeStyle Libre - Sistema Flash de Monitoramento de Glicose, que chegou ao Brasil em 2016, coloca fim a esse desconforto. O aparelho é composto de um sensor e de um leitor. O sensor, que parece uma moeda de 1 real e é aplicado na parte traseira superior do braço, mede os níveis de glicose por meio de um microfilamento inserido sob a pele. Ele mede continuamente a glicose presente no líquido intersticial.

E é na quantidade de informações gerada na medição da glicose que está um dos principais diferenciais do FreeStyle Libre. O leitor mostra como estava o nível de glicose através de um gráfico das  últimas oito horas, o número da glicose no momento da leitura, e ainda apresenta uma seta de tendência que mostra para onde a glicose está caminhando. Dados fundamentais para saber como controlar o diabetes e optar pelo melhor tratamento

Um levantamento realizado na Europa com mais de 50 mil leitores de pessoas  que usam o FreeStyle Libre  mostrou que elas ficaram menos tempo em hipoglicemia ou hiperglicemia. Seus níveis médios de glicose também melhoraram. Elas faziam a verificação, em média, 16 vezes por dia: três vezes mais do que o mínimo recomendado para testes de ponta do dedo. É fácil constatar que a nova tecnologia aprimora a checagem e leva a um controle mais cuidadoso dos níveis de glicose.

A precisão dessas informações também contribui para estreitar a relação entre médico e paciente. Com mais dados, o profissional de saúde entende melhor a origem das variações glicêmicas de seus pacientes e, juntos, podem encontrar os melhores ajustes ao tratamento e ao estilo de vida.

Se muitos ainda questionam o bom uso da tecnologia, aqui está um ótimo exemplo na área de saúde, onde a história é mesmo de libertação.

RMS ANVISA FS Libre: 80146501903.  ANATEL 4072-14-9992

Referências

  1. http://www.rbac.org.br/artigos/importancia-do-controle-glicemico-como-forma-de-prevenir-complicacoes-cronicas-do-diabetes-mellitus-48n-3/
  2. http://www.diabetes.org.br/publico/meu-esporte-minha-vida/965-atividade-fisica-e-diabetes