Como os exercícios aeróbicos tornam o coração saudável
 
Exercícios aeróbicos como correr, nadar ou pedalar protegem o coração de diversas doenças

Como os exercícios aeróbicos tornam o coração saudável

By Cecilia Valenza

Praticar exercícios aeróbicos e ter uma alimentação balanceada são a atitudes que você pode tomar para manter o coração saudável e ter uma vida mais longa. Atividades como correr, nadar ou pedalar são capazes de tornar o coração mais eficiente e proteger o corpo de uma série de doenças.

A ciência já comprovou que pessoas com baixos níveis de aptidão física são mais suscetíveis a sofrer eventos cardiovasculares ou até mesmo morrer em consequência deles.1 Outros estudos que acompanharam grupos de pessoas durante muitos anos documentaram os efeitos protetores da atividade física também para diversas doenças crônicas não cardiovasculares, como diabetes, hipertensão e até mesmo osteoporose e alguns tipos de câncer.2

Mas afinal, como os exercícios aeróbicos turbinam o coração mantendo-o protegido de tantas doenças?

Capacidade Cardíaca

O coração é um músculo. Isto significa que, quanto mais for estimulado, maior será sua capacidade. O simples fato do coração bater mais rápido durante o exercício produz a dilatação dos vasos sanguíneos, aumentando a quantidade de sangue em movimento. Durante o exercício, quando os músculos se contraem, pressionam e fecham os vasos, a pressão arterial aumenta no resto do corpo. Isso faz com que o coração tenha que lutar para empurrar o sangue.

O ventrículo esquerdo, que recebe o fluxo sanguíneo, é capaz de adaptar-se e aumentar de tamanho ao longo do tempo e conforme a necessidade do corpo. Como consequência dessa expansão, a cavidade do ventrículo passa a conseguir comportar um maior volume de sangue e também a expulsar mais sangue por batida, mesmo quando o corpo está em repouso.

O resultado disso tudo é que, depois de algum tempo de treinamento aeróbico, a frequência cardíaca em repouso torna-se mais baixa. Por conta disso, cada batida libera mais sangue, sendo necessário menos batidas para levar sangue a todo o corpo. Em outras palavras, os exercícios aeróbicos aumentam a capacidade cardíaca ao mesmo tempo em que diminuem o risco de doenças cardiovasculares.3

Benefícios sem fim

Um treino aeróbico, como a corrida, também estimula a produção de novos vasos sanguíneos. Quanto mais vasos sanguíneos, mais fácil fica o fluxo de sangue e, consequentemente, melhor é a circulação.

Esse tipo de exercício também diminui e evita a inflamação nas artérias, reduzindo os níveis de gordura no sangue e o colesterol. Em termos práticos, fazer alguma atividade aeróbica como correr 30 minutos pelo menos três vezes por semana ajuda a manter as artérias flexíveis, garantindo um bom fluxo sanguíneo, a pressão arterial adequada e reduzindo os riscos de infarto ou acidente vascular cerebral (AVC).

Entre os benefícios fisiológicos dos exercícios aeróbicos estão ainda as melhorias na função muscular, na força e na capacidade do corpo de absorver e usar oxigênio. E quanto maior a capacidade de transporte e uso de oxigênio, menos fadiga o corpo sente ao realizar as atividades diárias regulares.

Em pessoas com diabetes, a atividade física aeróbica melhora a capacidade do organismo de usar insulina para controlar os níveis de glicose no sangue. O exercício faz com que os músculos queimem uma maior quantidade de açúcar vindo do sangue. Por consequência, o pâncreas precisa produzir menos insulina para manter o nível glicêmico sob controle. Um estudo de 2007 da Universidade de Michigan comprovou que uma única sessão de exercícios aeróbicos já melhora a sensibilidade à insulina.4

A lista é grande e motivos não faltam para vencer o sedentarismo e seguir em busca de um coração saudável, mas é sempre bom consultar um especialista antes de começar a praticar qualquer modalidade de exercício. Um profissional habilitado terá condições de avaliar seu estado de saúde e recomendar a melhor atividade para suas necessidades, bem como intensidade e frequência.

O resto é com você: tenha como meta a saúde do seu coração e descubra o prazer de manter o corpo em forma.

Referências

1. National Center for Biotechnology Information

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/7823386

2. U.S. Department of Health and Human Services

https://www.cdc.gov/nccdphp/sgr/pdf/sgrfull.pdf

3. National Center for Biotechnology Information

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/26473759

4. National Center for Biotechnology Information

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/17510709