Palpitação no coração: saiba o que significa
 
Palpitações cardíacas podem ocorrer por vários motivos e nem todos eles podem ser sérios.

Palpitação no coração: saiba o que significa

By Maryssa Caetano

Seus batimentos cardíacos andam agitados? Saiba que isso pode ser palpitação no coração, pequenas alterações no ritmo cardíaco. Ou seja, seu coração pode estar pedindo para você pegar mais leve.

Esses sintomas, porém, nem sempre são um motivo de preocupação. Normalmente, as palpitações podem ser facilmente tratadas.

As causas das palpitações

Elas ocorrem por muitas razões. Emoções intensas, incluindo estresse, ansiedade e pânico.

A prática física extenuante também faz seu coração trabalhar mais, assim como aquela xícara de café extra. O uso excessivo de estimulantes, incluindo cafeína e nicotina, pode causar palpitações1.

Nas mulheres, mudanças hormonais associadas à menstruação, à gravidez ou à menopausa2 também podem alterar o ritmo das batidas cardíacas.

Tirando de letra

Embora possa ser corriqueiro sentir palpitação no coração, é bom ficar atento e tomar algumas medidas preventivas que ajudam entrar no ritmo certo:

  1. Relaxe
    Há diversas atividades que podem ajudar a desacelerar o ritmo do dia a dia: yoga, exercícios de respiração, meditação, tai chi chuan. Para se livrar do estresse, vale também ouvir música suave, ou fazer algo criativo, como escrever um diário ou pintar.
  2. Um bom descanso

O sono é um fator importante para a saúde em geral. Por isso, o ideal recomendado para adultos é de 7 a 9 horas de descanso por noite para que seu corpo descanse e reponha as energias para o dia seguinte4.

  1. Reduza a ingestão de estimulantes
    Procure diminuir o consumo de estimulantes, como a nicotina, que representa um grande risco à saúde cardiovascular (melhor cortá-la de vez da sua vida)3 e bebidas com cafeína (exemplo: chá-preto e café).
  2. Monitore sua pressão arterial
    Altas temperaturas aliadas a maus hábitos alimentares podem acelerar os batimentos cardíacos, especialmente em países tropicais. Invista em alimentos saudáveis e beba muita água em intervalos regulares. Isso ajuda a evitar que a pressão sanguínea baixe, o que também causa palpitação.

Saiba quando procurar um médico

Manter o seu check up cardíaco em dia é a primeira coisa que você deve fazer.

Mas existem algumas situações em que as palpitações podem ser mais do que apenas um pequeno desajuste do coração. Quando forem acompanhadas de outros sintomas, tais como pressão no peito ou na garganta, falta de ar, náusea, vômito, sudorese ou desmaios, podem sinalizar algo mais grave. Não demore a consultar o médico, ou procurar o pronto-socorro, principalmente se você tiver histórico familiar, ou um problema de saúde pré-existente, como disfunção da tireoide, diabetes etc.


Aviso: Esta publicação é meramente informativa e não constitui nem implica endosso, patrocínio ou recomendação de quaisquer produtos. Consulte o seu médico/profissional de saúde antes de começar qualquer dieta, medicação ou exercício.