O diabetes que motiva
 
O diabetes que motiva

O diabetes que motiva

Estamos contando histórias que inspiram o nosso dia a dia, e nos mantêm na busca constante pelas inovações de amanhã. Achamos que essas narrativas podem inspirar você também.
Emerson descobriu que tinha diabetes tipo 1 quando ainda cursava faculdade de Educação Física. Mas a notícia que desanima muita gente, acabou sendo um grande combustível na vida dele: a partir do diagnóstico, passou a correr com mais frequência e fez do esporte uma grande saída. Um ano depois, concluiu sua primeira maratona e não parou mais. De lá para cá, foram mais de 70. E esse número segue crescendo.   

O diabetes tipo 1 é uma doença crônica que ocorre quando o pâncreas sofre uma disfunção imunológica, e não consegue produzir insulina suficiente para regular o índice de glicose do corpo. Por isso, para seguir com qualidade de vida, quem tem diabetes precisa estar sempre muito atento aos níveis de glicose no sangue.

A descoberta chegou a trazer dúvidas se Emerson conseguiria continuar a faculdade e manter uma rotina esportiva. Logo percebeu que, com alguns cuidados, poderia viver normalmente. “Conviver com o diabetes nada mais é do que ter uma vida equilibrada, com alimentação adequada, prática de atividade física regular, monitoramento da glicose e uso de medicamentos de acordo com as orientações do médico”, diz.

Encarar o diabetes de frente, e fazer disso uma filosofia de vida, trouxe possibilidades para Emerson. A paixão pelo esporte cresceu para tomar conta de todos os aspectos de sua rotina. Com as conquistas pessoais, ele transformou sua paixão em profissão. Hoje, tem uma assessoria esportiva que é vista como referência e ponto de encontro para outros corredores com diabetes.

E a tecnologia também vem se desenvolvendo para melhorar o dia a dia dos diabéticos. Em 2016, a Abbott trouxe para o Brasil o Freestyle® Libre , fazendo com que o monitoramento da glicose seja rápido e eficiente, reduzindo a incômoda rotina de furar o dedo várias vezes ao dia¹ para monitorar os níveis de glicose no sangue. Com essa rapidez de resultados, o Freestyle® Libre é capaz de melhorar a eficiência, inclusive, dos treinamentos de Emerson. “Essas inovações melhoram a nossa qualidade de vida e nos possibilitam realizar tudo isso”, conta. Por tornar o esporte um estilo de vida, ele melhorou as suas expectativas de saúde, já viajou para muitos lugares e conquistou um grande círculo de amizades.

“Incentivar outras pessoas me faz uma pessoa realizada”. E as maratonas não param por aí.  “Eu quero mais”.
Assista Assista

Essa é a história dele.

Onde quer que você esteja na jornada da vida, os produtos inovadores da Abbott ajudam você e sua família a viver mais e melhor.

“As informações são fornecidas para fins informativos somente e não substitituem a orientação de um médico ou outro profissional de saúde. Você não deve utilizar a informação contida aqui para diagnosticar um problema de saúde  ou doença. Você deve sempre consultar um médico ou outro profissional de saúde.”

RMS ANVISA:80146501903. ANATEL 04072-14-09992

  1. Há três circunstâncias nas quais o teste de ponta de dedo é necessário: a) Durante períodos de rápida alteração nos níveis da glicose (a glicose do fluido intersticial pode não refletir com precisão o nível da glicose no sangue); b) Para confirmar uma hipoglicemia ou uma iminente hipoglicemia registrada pelo sensor; c) Quando os sintomas não corresponderem às leituras do sistema flash de monitoramento da glicose