QUATRO LIÇÕES QUE VOCÊ PODE APRENDER CORRENDO
 
QUATRO LIÇÕES QUE VOCÊ PODE APRENDER CORRENDO

QUATRO LIÇÕES QUE VOCÊ PODE APRENDER CORRENDO

Sabia que a corrida pode trazer muitos benefícios para você?

Embora a maioria das pessoas reconheça que correr traz benefícios para a sua saúde física, a dedicação exigida para treinar e participar de uma corrida também pode ensinar lições importantes para viver da melhor forma possível.

No entanto, preparar-se para um evento importante como uma maratona, não é como uma caminhada (ou corrida leve) no parque. A dedicação necessária para treinar e correr qualquer corrida de distância também pode ensinar lições valiosas para levar a melhor vida possível a cada dia.

A Pam Nisevich Bede, nutricionista da Abbott, fez uma parceria com a maratonista recordista e ex-atleta olímpica Joan Benoit Samuelson para compartilhar quatro lições essenciais que você pode tirar do treinamento e aplicar à vida cotidiana.

Lição 1: Comemore o sucesso, independentemente do tamanho
A jornada é, talvez, a parte mais importante da experiência de uma corrida. “Você não pode simplesmente acordar em uma manhã e decidir correr uma maratona. Isso requer uma série de pequenos avanços, desde levantar-se cedo para treinar quando você preferiria continuar dormindo, até cada quilômetro que você acrescenta ao seu programa, que permitem que você faça uma boa corrida”, diz Benoit Samuelson. O mesmo se aplica à vida. O sucesso não está apenas em conseguir o emprego dos sonhos, atingir o equilíbrio ideal na sua vida ou encontrar o parceiro perfeito. O sucesso está nos passos menores que você dá para atingir esses objetivos e em como você aprende e cresce ao longo da jornada.
Lição 2: Você é capaz de fazer mais do que imagina
Para a maioria das pessoas, correr pode parecer um desafio assustador. No entanto, ele é mais viável se você dividir o treinamento em acréscimos de 8 ou 16 quilômetros para chegar aos seus objetivos finais de corrida. “Se você fizer aumentos planejados, e com orientação profissional, em suas quilometragens toda semana, seu corpo vai conseguir se adaptar mais facilmente às corridas mais longas”, afirma Nisevich Bede. “E se a corrida estiver difícil para você, pense em metas menores em lugar da sua quilometragem total. Concentre-se em conseguir completar esse quilômetro ou os próximos cinco, e depois você pode reavaliar sua próxima meta”. Correr uma maratona pode ser uma metáfora para a vida. Da mesma forma que você divide os 42 quilômetros da maratona em trechos menores, defina metas menores na sua vida ao perseguir metas maiores.
Lição 3: Encare os obstáculos
A vida, como no treinamento para uma corrida, raras vezes acontece exatamente como planejado. Problemas e obstáculos fazem parte do processo e devem ser vistos como desafios, e não como barreiras. O importante é aprender a se preparar para eles e resolvê-los. “Antes de correr a Maratona de Boston de 2013 – 30 anos depois do meu recorde na competição – eu tive uma inflamação no joelho. Para superar essa dificuldade, mantive o foco na corrida, ajustei meu treinamento e atingi minha meta de concluir a maratona com 30 minutos de diferença do tempo que fiz em 1983”, diz Benoit Samuelson.
Lição 4: Cuide-se
Investir em autocuidado permite que você dê o melhor de si em todos os aspectos da sua vida. Desde sua mente até seu corpo e sua alimentação: uma saúde melhor permite que você tenha um desempenho melhor e viva de forma mais completa. Isso pode ajudá-lo a atingir as metas diárias de corrida, seguir uma nova paixão e levar uma vida não apenas mais longa, mas melhor. “Cuidar de si próprio não é tentar atingir a perfeição nem se limitar desnecessariamente, mas sim desafiar-se constantemente para ser melhor. Descubra o que faz você se sentir bem e minimize qualquer obstáculo que o impeça de chegar lá”, diz Nisevich Bede.