Quem tem tatuagem pode doar sangue? E piercing? Tire suas dúvidas aqui
 
Fazer tatuagem é um procedimento seguro quando se respeita as normas de assepsia

Quem tem tatuagem pode doar sangue? E piercing? Tire suas dúvidas aqui

Após certos procedimentos, é necessário aguardar 12 meses para ser um doador. Saiba por que esse intervalo é importante.

Doar sangue é um ato generoso, que pode salvar vidas. Em algumas situações, entretanto, é preciso aguardar um pouco para fazer essa boa ação – uma espera necessária para garantir que o procedimento seja seguro tanto para quem doa quanto para quem recebe.

Um desses casos é a doação de sangue após uma tatuagem. Há quem acredite que pessoas tatuadas não possam ser doadoras. Não é verdade: ter uma tattoo não é um impeditivo. A restrição vale só para os 12 meses seguintes depois de estampar a pele. Passado esse período, o doador tatuado está apto a ir ao banco de sangue e fazer a sua parte, desde que siga os pré-requisitos para doar sangue.

Esse intervalo de um ano é uma medida de precaução para evitar que o material coletado apresente contaminações1. Todo sangue doado passa por exames, mas algumas doenças, como HIV e hepatite, podem não ser detectadas nas primeiras semanas ou meses após a contaminação. Apesar de a tatuagem ser um procedimento seguro, ela pode ser uma porta de entrada para doenças infecciosas se não for realizada sob as condições adequadas de assepsia.

Pelo mesmo motivo, o intervalo de 12 meses também se aplica a quem fez maquiagem definitiva, como pigmentação de sobrancelha, ou piercing. Neste último caso, há mais uma restrição: quando o piercing está numa região de mucosa oral ou genital, a pessoa fica impossibilitada de doar sangue, porque esses locais são muito suscetíveis a infecções. Se o piercing for retirado, a doação volta a ser permitida após 12 meses2.

Quem está passando pelo período de restrição, mas quer colaborar com os bancos de sangue, pode encontrar outras maneiras de fazer isso. Por exemplo, oferecendo-se para acompanhar ou dar carona a um amigo doador até o local da coleta. Divulgar campanhas pró-doação também é uma ótima forma de cooperar. A causa é mais do que nobre: uma única doação de sangue pode ajudar até três pessoas.

Referências:

1. Ministério da Saúde http://www.blog.saude.gov.br/index.php/34818-quem-fez-tatuagem-tem-que-esperar-um-ano-para-doar-sangue-quem-usa-piercing-nao-pode-fazer-doacao

2. Fundação Pró-Sangue http://www.prosangue.sp.gov.br/duvidas/Default.html