Um coração recuperado aos 82 anos
 
Um coração recuperado aos 82 anos

Um coração recuperado aos 82 anos

Estamos contando histórias que inspiram o nosso dia a dia, e nos mantêm na busca constante pelas inovações de amanhã. Achamos que essas narrativas podem inspirar você também.

Suzana já tinha passado dos 70 anos quando recebeu a notícia que precisaria fazer uma cirurgia de grande porte no coração. Uma regurgitação na válvula mitral – uma condição comum de insuficiência de válvula cardíaca que afeta uma em cada 10 pessoas com 75 anos ou mais1 – evoluiu a ponto de limitar a realização de tarefas simples do dia a dia. Andar de um cômodo a outro já estava ficando extremamente cansativo.

A válvula mitral do coração é responsável por controlar a passagem do sangue oxigenado do átrio esquerdo – cavidade do coração que recebe o sangue arterial, proveniente das veias pulmonares –, para o ventrículo esquerdo, principal câmara de bombeamento do coração. Uma deficiência nesse bombeamento pode gerar problemas como batimentos cardíacos irregulares, acidente vascular cerebral e insuficiência cardíaca, que é quando o coração não consegue distribuir todo o sangue oxigenado que o corpo precisa e gera o cansaço excessivo que Suzana estava sentindo.

Na idade dela, as previsões eram pouco favoráveis. E o susto foi enorme. “O meu cardiologista falou para as minhas filhas que a essa altura, a cirurgia seria um risco”.

Com muito amor pela família e uma enorme vontade de acompanhar o crescimento dos netos, Suzana só pensava o quanto queria superar essa fase. “Eu tinha uma vontade louca de vencer tudo isso. E viver.”

Empenhados em buscar um rumo mais promissor para Suzana, os médicos continuaram estudando novas possibilidades, até que, em 2015, veio a boa notícia: em vez de uma cirurgia bastante arriscada, uma nova tecnologia poderia resolver a questão de uma forma muito mais segura. O MitraClip®, um dispositivo de implantação pouco invasiva, veio para oferecer aos médicos e pacientes uma opção inovadora de tratamento capaz de reduzir significativamente os sintomas, a progressão da doença e melhorar a qualidade de vida de pessoas que, assim como Suzana, apresentam regurgitação mitral.

Assista Assista

Essa é a história dela.

Onde quer que você esteja na jornada da vida, os produtos inovadores da Abbott ajudam você e sua família a viver mais e melhor.

BR-100017-07 05/2017

“As informações são fornecidas para fins informativos somente e não substitituem  a orientação de um médico ou outro profissional de saúde. Você não deve utilizar a informação contida aqui para diagnosticar um problema de saúde  ou doença. Você deve sempre consultar um médico ou outro profissional de saúde.”

1. Nkomo VT, Gardin JM, Skelton TN, Gottdiener JS, Scott CG, Enriquez-Sarano M. Burden of valvular heart diseases: a population-based study. Lancet. 2006 Sep 16;368(9540):1005-11.http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/16980116


http://www.abbottbrasil.com.br/imprensa/noticias/press-releases/Abbott-traz-MitraClip-para-o-Brasil.html


O produto mencionado  neste material destina-se à utilização por um médico. Antes da utilização, é importante ler a bula completamente para as instruções de uso, advertências e possíveis complicações associadas ao uso deste dispositivo.

Clip Delivery System – MitraClip System – Reg. ANVISA n. 80146501877, Steerable Guide Catheter – MitraClip System – Reg. ANVISA n. 80146501878, LIFT – Reg. ANVISA n. 80146509043, Stabilizer – Reg. ANVISA n. 80146509042 e SUPPORT PLATE – Reg. ANVISA n. 80146509040.

Mitraclip é uma marca da empresa Abbott.

©2017 Abbott. Todos os direitos reservados. As informações contidas neste material são para uso exclusivo no Brasil.